Enfermagem

08/03/2011

Nintendo Wii x Fisioterapia

Filed under: Artigos - Diversos — Larissa Fernanda Passere @ 14:15

O videogame Nintendo Wii, está invadindo as salas de fisioterapia!

Uma partida de golf… Um campeonato de esqui… Uma aula de Kung Fu… E o desafio de atravessar uma ponte cheia de obstáculos.

Estes são alguns cenários de algumas sessões de fisioterapia que usam o videogame para desenvolver o equilíbrio e aumentar a percepção corporal.

Marco da Silva (23 anos), foi vítima de um acidente de trânsito, passou por uma cirurgia na perna e permaneceu imobilizado por 10 meses. De olho na tela, o estudante se movimenta sobre uma plataforma de força que interage com o jogo.

Esses movimentos são muito interessantes para os fisioterapeutas, pois trabalham com aceleração e parada, que é uma habilidade motora bem difícil.

“Sempre tem a questão do desafio, sempre quero ir mais além e jogar estimula a não ter um tratamento tão rotineiro.” – Marcos da Silva

O estimulo que o jogo proporciona, essa vontade de vencer é o diferencial do tratamento, que surgiu nos Estados Unidos. Há um ano ele é usado no Brasil na recuperação de trauma e tratamento de doenças neurológicas que afetam o equilíbrio.

É realizado o envolvimento de um processo cognitivo que é muito importante para doenças neurodegenerativas, como Parkinson e Alzheimer. O recurso do videogame é muito bom, pois não é apenas um movimento qualquer, é um movimento associado a compreensão do jogo e de tudo que está acontecendo naquele ambiente virtual.

O jogo preferido de Rodrigo Costa (33 anos) é o esqui, desde os 17 anos ele faz tratamento para Parkinson.

Fisioterapeuta: Como foi a entrada desses jogos no seu tratamento?

Rodrigo: Foi um santo remédio, aliás, um milagroso remédio (risos).

Fisioterapeuta: Antes você não gostava de fazer fisioterapia?

Rodrigo: Não é que antes eu não gostava (risos), era apenas monótono e sem graça, agora é pura diversão e muita alegria.

Esquiar virtualmente é uma atividade onde o paciente está descendo uma montanha virtual, em cima de uma prancha sensorial, quanto mais ele se inclina para frente, mais o “esqui” acelera, promovendo a transferência de peso anterior que favorece muito para a situação, fazendo a fisioterapia ser muito prazerosa e cheia de desafios.

O mundo virtual é muito parecido com a realidade, mas não é 100% igual. Por isso a terapia com videogame não substitui a terapia convencional.

Não há ainda comprovação científica sobre os benefícios do tratamento, mas na prática percebemos que com a brincadeira de superar os próprios recordes nos jogos, ela trás ótimos resultados para a saúde.

 

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: